terça-feira, 13 de maio de 2008

ensaio

PRIMEIRO ATO

Ambiente hindu-budista, incensos, almofadas coloridas e tecidos estampados pelo chão.

Bolinhas de sabão pairam pelo ar.

Há uma bacia rasa e discreta, com água e sabão, e um arame em circuferência grande com haste, para fazer bolas de sabão maiores, logo a frente das almofadas.
Não se sabe a hora nem o local exato. (Macro-rubrica)

Cena 1

Hippie.

Hippie:
Sentado nas almofadas, em frente a bacia rasa. Ainda sentado levanta a cabeça sem pressa. (Rubrica objetiva)

Expressão de paz filosófica:
(Rubrica subjetiva)
Eu sempre gostei de bolhinhas de sabão...


Brinca com as bolhinhas.
(Rubrica objetiva)

Olhar vago: (Rubrica subjetiva)
Tão puras... São só de água e sabão.
Tão coloridas... Mesmo assim, translúcidas, transparentes, como se fossem mesmo lúcidas.
Levanta-se, pega o arame em circunferência, mergulha na água e, rodando no ar, faz uma bola maior que as outras. Assiste ela tomando forma e logo depois estourar. (Rubrica objetiva)
Volta a si: (Rubrica subjetiva)
Se você se esforçar pode encontrar o sentido da vida em cada detalhe, como naquela bolha de sabão tão efêmera.
Elas são como o mundo, a natureza e a vida em sua essência!
No começo pode até parecer turbulenta e disforme. Mas é só parar para observarmos mais de perto e aquietarmos os ventos da vida que ela assume sua forma plena, infinita, com seus redemoinhos de cores.
Todo esse equilíbrio, essa plenitude pode lhe parecer até simplório. Afinal, isso é apenas água e sabão.
Mas a vida também é assim, e é assim como eu a encaro e a aceito, obviamente, não apenas de água e sabão, mas apenas de PAZ e AMOR.




Alguma música do musical Hair começa a tocar... (Macro-rubrica)

3 comentários:

disse...

Gostei. =)

roro disse...

Gostei tb, achei que começa muito bem.
É só saber como prosseguir, e isso eu acredito que vais tirar de letra :P

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.